main section

main content section

Consultoria para a ANATEL - Regulamento sobre Emissão de Espúrios

31/10/2008

Como órgão regulador, a Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL, é responsável pela administração do uso do espectro radioelétrico no Brasil.

Sendo atribuída pela ANATEL uma faixa de freqüência específica para cada um dos vários serviços de telecomunicações em operação, a emissão de sinais espúrios pelos equipamentos utilizados pelos operadores desses serviços tem reflexos danosos no compartilhamento do espectro disponível, provocando interferências que deterioram a qualidade da informação transmitida.

Dessa forma, é necessária a definição de requisitos técnicos e de metodologia para o estabelecimento de critérios e procedimentos para avaliação de limites para essas emissões indesejáveis, consolidados em regulamento que controle o bom uso das radiofreqüências.

Pela experiência e capacitação de sua equipe na área de RF e propagação de sinais, a WiNGS Telecom, através de processo de licitação, foi contratada para a elaboração do estudo técnico e proposta de "Regulamento relativo a limites de emissões indesejáveis nas faixas de radiofreqüências regulamentadas no Brasil" O trabalho foi realizado em 5 meses, considerando inclusive normas e regulamentos internacionais sobre o tema, tendo sido entregue à ANATEL em outubro de 2008.