main section

main content section

WiNGS Telecom desenvolve para ANATEL metodologia de avaliação do uso eficiente do espectro

08/09/2005

A WiNGS Telecom desenvolveu para a Anatel um Estudo Técnico que definiu critérios para avaliação do uso eficiente e adequado do espectro radioelétrico, contemplando toda a faixa de freqüências regulamentada. As diversas metodologias levantadas estão em análise pela Agência, que a partir do estudo vai propor regulamentação, conforme divulgado recentemente pelo gerente geral de Certificação e Engenharia do Espectro, Francisco Carlos Giacomini Soares.

O tema é inovador porque não existe em âmbito internacional um padrão para mensurar a eficiência de uso do espectro pelos diversos sistemas de telecomunicações. A WiNGS Telecom estabeleceu metodologias e algoritmos para aplicação nas diversas faixas de freqüências utilizadas no Brasil, o que resultou em um leque de opções que foram encaminhadas à Anatel. Para comprovar sua aplicabilidade, foram realizados ensaios e testes utilizando dados reais de sistemas.

Atualmente, não existem parâmetros técnicos que permitam aplicar a Lei Geral de Telecomunicações para a utilização racional e eficiente do espectro, que é um recurso escasso. O estudo da WiNGS Telecom contém justamente os métodos a partir dos quais a Anatel vai formular a regulamentação para o uso eficiente do espectro no Brasil.