main section

main content section

Reunião de Avaliação apresenta resultados do PAETI

15/12/2004 - Site CNPq

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq, agência vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia, acaba de divulgar os resultados do "Seminário de Acompanhamento e Avaliação dos Projetos do Programa de Apoio às Empresas de Tecnologia da Informação - PAETI", realizado em novembro. Dos 12 projetos apoiados pelo programa, estiveram presentes representantes de dez empresas para apresentar os resultados obtidos. O saldo desta avaliação foi considerado bom, tendo os projetos, em sua maioria, concretizado seus objetivos iniciais e conquistado excelentes resultados.

Dentre os inúmeros benefícios do programa PAETI, para as empresas e para o país, relatados pelos representantes dos projetos, se destacaram: capacitação de recursos humanos em atividades tecnológicas com características inovadoras; absorção de bolsistas pelas empresas gerando emprego; substituição de importações e possibilidades de vendas no mercado externo; e aumento da interação universidade-empresa.

A WINGS Telecom é um dos bons exemplos das empresas beneficiadas que obtiveram sucesso. Desde a sua entrada no PAETI, ela triplicou o seu faturamento, absorveu 7 dos 13 bolsistas contratados ao longo da vigência do projeto e ganhou, em setembro deste ano, o selo FINEP de Inovação, sendo um dos três destaques na categoria "Pequenas Empresas" da Região Sudeste. Segundo Marlene Pontes, coordenadora do projeto, o programa do CNPq teve fundamental importância. "A WINGS conseguiu se manter no mercado de Telecom no período de grande recessão (2002-2003), graças às bolsas que permitiram a inserção de profissionais experientes e a realização de um projeto coerente e consistente."

Como ganho para os participantes da reunião, a evento proporcionou o surgimento de potenciais parcerias entre as empresas. Para a comissão de avaliação do seminário, foram apresentados produtos de grande potencial de geração de receita, o que implica que o conjunto de empresas apoiadas gerará, em menos de um ano após sua finalização, retorno para o poder público, sob a forma de impostos, bem superior aos valores investidos.